Guarda-roupa antes e depois

Guarda-roupa antes e depois do minimalismo ( claro que ele não era tão bagunçado assim, mas eu só lembrei da foto depois de ter bagunçado tudo rs ).

O objetivo desse desafio é escolher 33 peças do guarda-roupa para usar essas mesmas peças durante 3 meses. ( roupa íntima, pijamas, roupas de praia , roupas de treino) não contam já que são roupas específicas.

O intuito desta restrição é fazer você montar um G-R com toda a sua personalidade refletida nele além de serem itens que podem ser usados em diversas situações .

Para começar a organizar meu G-R optei por fazer 3 colunas de roupas ;

1 ) mantenha

2 ) pense a respeito

3 ) doe

Depois de escolher qual peça ficaria em qual coluna, comecei a analisar quais eram as que eu mais usava e fui colocando de volta ao cabide . Estas são as que escolhi para ficar ;

Calça : 4

Camisa : 11

Camisa manga longa : 6

Casaco : 3

Cropped : 1

Kimono : 1

Macacão : 1

Sapato : 3

Short : 2

Vestido : 1

Vale lembrar que é preciso avaliar o clima de onde mora , como no meu caso é sempre quente e acabei ficando com 6 camisas de manga longa e 3 casacos . ( um belo erro )

Ai vocês me perguntam o porquê disso, e simplesmente respondo que é porque elas eram novas e quase não tenho outras peças. Já que basicamente vivo repetindo roupa e sempre uso calça, tênis e camiseta.

Mas não se preocupe, agora é hora do bônus.

Ao final de cada mês vamos reavaliar nossas escolhas dentro das peças escolhidas e as que não foram usadas muitas vezes podem ser trocadas por novas. Sendo uma peça comprada ou seja presente.

Mas lembre , é de extrema importância que as peças estejam em bom estado ( Já que a aparência está ligada a autoestima ) . Só vale trocar uma peça por outra depois de 3 meses, a menos que, acabe rasgando ou seja danificada de alguma forma.

As peças que sobraram depois das 33 escolhidas devem ser guardadas, empacotadas se possível e fora de vista para que não caia na tentação de pegar alguma. No meu caso doei todas e só fiquei com os itens do desafio.

E acredite , estou bem ansiosa para chegar ao fim desse prazo para trocar parte das camisas de manga longa . Até lá, vou pensando em um Guarda-roupa com peças mais favoráveis para o próximo ciclo.

Anúncios

Vivendo mais com menos

Tinha uma ideia do que poderia ser, mas nunca parei para pensar a respeito . Até assistir um documentário sobre minimalismo meses atrás na Netflix. Então curiosa que sou, resolvi procurar mais e fiquei surpresa com o que achei.

Para quem não conhece o minimalismo basicamente é um estilo de vida mais leve, onde você aprende a valorizar o que você tem mantendo apenas o suficiente de tudo que acha essencial na sua vida, ou seja, nada de excesso e isso não inclui somente bens materiais.

Então comecei a acompanhar pessoas que já vivem esse estilo de vida a risca e notei certas semelhanças com meu próprio estilo de vida . E cada vez mais tive certeza que eu era uma dessas pessoas.

Sempre me questionei sobre comprar algo que não preciso e foi ai que decidi : Já que já vivo com pouco, porque não seguir ao pé da letra a vida minimalista .

Então a primeira meta será fazer uma limpa no meu guarda-roupa e deixar apenas 33 itens para usar durante 3 meses. ( o que não vai ser muito difícil já que vivo repetindo roupa rs )

Logo mais faço um post com o método que utilizei para organizar o guarda-roupa entre outras dicas para ter uma vida minimalista .

Duvidando de si mesmo

Verdade seja dita, você passa maior parte do seu tempo duvidando de si mesmo. E inconscientemente a necessidade de autoafirmação de ser capaz, explode ai dentro.

Então, porque ao receber um elogio a primeira reação que se tem é de ficar sem jeito, reagir com uma falsa modéstia e tentando se diminuir, assim como a seus feitos diante dos outros ?

Não é falta de humildade ou caráter você sentir orgulho de si mesmo diante de outras pessoas e em um curto espaço de tempo, usá-lo para enaltecer o que você tem feito com tanta dedicação.

Não é justo que tenha se doado tanto a um projeto e no fim das contas não possa mostrar e compartilhar sua satisfação com todos por medo da opressão despejada em suas costas vinda camuflada de olhares e sorrisos.

No fundo parte delas não passam de pessoas amarguradas por não alcançarem os próprios sonhos ou acreditarem nelas mesmas. E realmente acaba sendo difícil ver outra pessoa indo e fazendo o que elas não tiveram coragem.

Muita gente realmente não vai ficar feliz ao ver suas conquistas, me desculpe, mas é a verdade. Entretanto não precisa ficar encanado com isso , seja leve e faça o que te faz bem. Afinal não estamos aqui para agradar a todos.

E hoje sei que um dos objetivos da vida não só deve ser , como é , engrandecer a si mesmo como pessoa e encontrar a felicidade dentro de tudo que se faz.

Insegurança faz parte do processo

De repente está ali como um passe de mágica e toda aquela expectativa de “ será que dessa vez é pra ser “ fica presa em um limbo.

A incerteza do que está por vir a toma nos braços e faz um tremor percorrer todo o corpo. A insegurança faz parte do processo.

Olha além do horizonte procurando uma saída, mas o que recebe em troca é o toque gelado no rosto que o vento trás em resposta.

Com um frio na barriga e as mãos suadas sente as interrogações dançarem a sua volta.

Essa dúvida que envolve lentamente e cutuca com insistência tem algo a dizer, mas nem sempre está pronta para ouvir.

No fim das contas não era dúvida, era medo de tentar ser feliz…

Fulga do mundo

É engraçado como chega um momento na vida e a gente sente que precisa de uma fulga do mundo. E por acidente ou ajuda do destino, acaba se esbarrando em nós mesmos.

Resolvi sair de fininho pra ninguém reparar, sabe ? Decidi jogar a toalha, sinceramente ? Não sei se foi pela pressão ou falta de interesse, apenas segui o fluxo.

Tentei parecer “ normal “, mas as regras que a sociedade me impunham exigia mais do que eu podia ou desejava dar. Vestia uma pele que hoje já não cabe mais em mim. Precisava transbordar.

Agora estou aqui criando uma conexão com um novo mundo sem rotulações, sendo o que realmente sou. Transcendendo essa luzinha que guardo em mim.

Pode achar que sou maluca, mas não faz mal. Já não me importo com muita coisa a bastante tempo. Só espero que entenda que todos tem sua luta e ela é invisível exceto para si mesmo.

Assim, como só eu sei o quanto a ansiedade que está sob essa carne é tóxica, então me permita continuar lutando contra ela através das minhas palavras.

Fortaleça o ponto de equílibrio

Aprenda a observar os sinais que o seu corpo dá. Ele fala , ele grita e às vezes ele até berra implorando por amor e atenção. Não vai te custar nada se de vez em quando sair para caminhar, dançar, jogar boliche ou apenas ver um filme. Seja lá o que gosta de fazer no tempo livre, FAÇA. Seu corpo e sua mente requerem atenção constante, caso contrário, entrarão num estado de necessidade imediata por sossego, pois cedo ou tarde um dos dois vai acabar falhando sem os devidos cuidados, assim como seus sonhos…

Você não admite, mas sabe que é verdade. Seus circuitos andam em movimento dia e noite ( quase sem parar movidos a cafeína ) e para que ? Para trazer a realização dos sonhos de outra pessoa. Dai você me diz se é justo trabalhar nesse ritmo mecânico deixando seus objetivos, metas e sonhos de lado. E eu sei que eles existem, sei que estão ai esquecidos em algum lugar. Basta vasculhar bem esse turbilhão que habita em você.

Pare para pensar que há 5 ans, 10 anos atrás você pode ter dito que AGORA, estaria em outra situação e em vez de estar desfrutando do seu momento presente não para de pensar e se preocupar com o futuro. Nós humanos tendemos a desperdiçar grandes oportunidades por estar sempre dividido com um pé na frente e outro atrás, quando deveríamos estar no meio trabalhando e fortalecendo o nosso ponto de equilíbrio.

A cada segundo fazemos escolhas onde temos que lidar com as consequências mais cedo ou mais tarde. E nesse jogo de verdade ou consequência só a sua felicidade está em jogo e você nem está ligando porque está ocupado demais se preocupando com o que vem pela frente em vez de tentar levar uma vida leve.

A verdade é que não faz sentido se preocupar e por que ? Por dois simples motivos;
1. Se existe um problema que você pode resolver, vai la e faça o que precisa fazer.
2. Se existe um problema que você não pode resolver, o que adiante se estressar se você não pode resolver.
A verdade é essa meu caro leitor, a vida é curta demais para se estressar e não se cuidar pois quando você se conhece bem o suficiente você evita conflitos com o mundo e consigo mesmo. Conquistando uma vida mais ampla e feliz.